2 de mai de 2011

10º Cápitulo de Escrito com Sangue 2!

-Quero falar com Luisy, por favor.-Eu disse, sem botar briga.
Ouvi uns ruidos com algumas falas.
-Alô! Quem é?!-Agora sim...Luisy!
-Luisyyy!! Aqui é a Isah, onde você está?!
-Eu?!Estou em um restaurante...
-Essa hora?!Não me diga que...
-Só em um restaurante!
-Ok. Saia de onde você está agora, e venha até a porta de sua casa.
-Porque?! Você não é dona de mim! Eu quero aproveitar!!-Ela disse, com uma vóz diferente do que normalmente.
-Onde você está?! Qual restaurante?-Eu disse, esperando ir lá, e encontra-la.
-Eu estou no Gulan's Grand's Bar's.
-Ok. Tchau.-Eu desliguei, sem nem esperar resposta.
Fui até o meu carro, onde liguei-o. Ainda achando muito estranho, Luisy. Luisy sempre foi uma santinha, e espero que ainda seja. Mas, sabia, que ela não seria aquilo a vida toda. Bufei, quando cheguei no restaurante. Era um restaurante meio bar. Já havia ido lá muitas vezes. Mas, nunca pensei que Luisy, a Santinha, iria estar lá, sentada. E o pior. Bebâda.Sai do carro, e fui correndo até ela. Via Daniel, não tão bebâdo. Peguei minha amiga,e sai em direção ao meu carro, mesmo enquanto ela resmungava.
-AH! Vá! Não queruu..-Ela dizia, com um super bafo.
-Onde você está levando a minha namorada?!-Daniel gritou, enquanto colocava ela no meu carro.
-Namorada?! Ela não é sua namorada! O que você fez com elaa?-Gritei, enquanto já ligava no carro.
-Minha namoraadaa!! E euu?!-Daniel gritava, percebendo que não iria embora comigo e Luisy.
Não poderia ir até minha casa. Luisy iria ficar gritando,e  meus pais perceberiam que eu também poderia ter entrado nessa. Precisava ir em outra casa.Súelem!! Súelem era a melhor opção. Ela vivia sozinha, e adorava quando tinha visitas de suas amigas. Virei o carro. Pensei onde estava, e continuei. Parei o carro, ao ver a casa de Súelem. Businei, esperando que ela sairia na Janela, e veria nós. Mas, percebi que ela não havia feito isso. Sai do carro, olhando sempre para Luisy. Bati na porta. E ouvi passos. Súelem abriu a porta, com uma camisola de bolinhas pretas e brancas. Ei que dará pra ela.
-Oi Súh! Estamos com um...-Disse, enquanto Súelem me interompera.
-Ok! Vamos pega-la!-Súelem disse, indo para perto do carro.
Pegamos Luisy, e colocamos ela deitada no sofá da casa de Súelem.
-O que estou fazenndo aquii?!-Luisy gritou, enquanto seus olhos fechavam.
-Boa noite...-Súelem disse, abaixando o som de poucos em poucos.
Eu e Súelem converssamos um pouco, e contei toda a história.Depois, ela me cedeu uma cama.

Acordava. E via, que não havia mais ninguém na casa. Levantei, e vi um pequeno recado perto do café da manhã.
"Desculpe-me, mas tive que ir para o trabalho, e levei Luisy a sua casa. Súelem."Dizia o recado, com caneta brilhante amarela, cor que Súelem mais amava. Tomei o café rápido, e sai de casa. A chave da casa se encontrava em cima da mesa, então, traquei a casa.Peguei meu carro, e fui até a casa de Luisy. Na frente, deitado, como se fosse um mendigo, estava Daniel. Toquei a campainha, já que Daniel estava dormindo. Luisy abrira a porta.
-Amiga...Tudo bem?-Eu disse...
-Muita, Muita dor de cabeça!-Ela parou, e colocou suas mãos que usavam um esmalte rosinha claro na testa.Continuou.-Mas...E você?
-Estou mais ou menos. Mas...Preciso te avisar de um problema!
-Qual?-Luisy parou.-Não quero mais problemas...
-Èamm..O Daniel é um safado!
-â?
-Sim...Acho que ele te deixou exagerar na bebida, além de me "azarar".
-Sério?! Ahhh..Ele vai ver!
-Ok... Se precisar de qualquer aju...-Enquanto dizia, parei, e, ao olhar para trás vi Camila vindo a minha direção.

Comente:

Nenhum comentário :

Postar um comentário