18 de abr de 2011

4º Capítulo de Escrito com Sangue 2!

-Ah... Então tá bom. -Disse, sabendo que ela já havia um plano em mente.

Camila, (sim, esse era o nome dela) sempre fora uma anjinha, de asas e tudo. Mas, percebi que deveria ser Muito ligada ao irmão, o que deve ter deixada muito triste, e agora... Ela parecia ser uma mulher Má. Eu sai daquela casa triste, e fui andando. Não sabia o que fazer... Fui até minha casa.
Quando cheguei lá, vi minha mãe, lavando roupa. Ela estava com uma blusa vermelha, bem velha, e seus cabelos longos morenos, presos em um coque.
-Oi mãe... Tenho uma notícia para você.-Eu disse, tentando contar para ela o que tinha sido demitida.
-Oi Querida! Fale!-Ela disse, com uma felicidade no rosto.
-Fui demitida... -Eu disse.
-Sério??Como??
-Ahh... Por atrasos! Eu nunca consigo ficar no horário!!
-Tá certo querida. Tudo bem, não se decepcione, por favor!-Ela disse, tentando me ajudar.
-Não, é claro que não vou me decepcionar... O que posso fazer, né? heheH!
-Heheh!- Minha mãe riu, abrindo um sorriso doce no rosto.
Eu entrei em casa. Subi as escadas que estavam um pouco sujas, pois, amanhã, era o "Dia de Limpeza" da minha mãe. Quando cheguei ao quarto, vi um papel voando. Corri para pega-lo, deveria ser importante. Ele estava em um lindo papel de carta, isso quer dizer, não fui eu que havia enviado. Quando abri, vi uma linda letra, e dócil. Era de uma menina, mas não de ninguém como minha mãe. "Bom dia...", começava a mensagem, secreta. "Bom dia... Estou muito decepcionada com você! Como isso? Como você, uma menina que sempre foi dócil como um anjo, fez isso com dois muleques? VOCÊ NÃO ENTENDE? Temos corações, e assim não dá. Cuidado, sua vida virá um Inferno, como você fez virar a nossa quando matou eles. Será que você não entende? Pois, agora, vai entender!!" a carta, parecia estranha para outros, mas não para mim a carta que não era assinada, o que eu achava muito estranho. As bordas da folha tinhas fofos cavalinhos coloridas "ã?" pensei. Quem tão doce faria está carta? MUITO estranho.

Comente:

Nenhum comentário :

Postar um comentário